domingo, 15 de maio de 2011

SER PARTE DA PAISAGEM




É claro que, quando você está viajando de carro, a vista continua linda, o sol brilha com a mesma intensidade, as cores das paisagens continuam vibrantes. Dá para apreciar o contorno das montanhas, dá até para parar, descer do carro, dar alguns passos e fotografar o melhor ângulo...
Mas, caminhar por uma paisagem é como se deixar impregnar por ela. Passar ao lado de uma montanha ou subir pelas suas encostas é uma convivência que pode durar horas e você tem tempo para observar detalhes que de longe, ou de dentro de um carro não seria possível.
É quase como se você fosse parte daquele caminho ziguezagueante na colina, dos vinhedos a perder de vista, da imensidão das geleiras ou da vastidão dos desertos. Dá tempo para notar o brilho prateado das folhas das oliveiras contrastando com o céu azul, a imponência de uma árvore ou a delicadeza de uma florzinha do campo.
Além disso, tem o prazer de sentir os músculos trabalhando, sincronizar o passo com a respiração, o coração batendo mais forte, o sangue circulando mais rápido,  a inspiração constante de ar puro e da energia da natureza.
A mente também se beneficia de uma caminhada na natureza , pois ao se afastar do jogo social, os problemas parecem menores, distantes. Ao desconectar-se das modernidades, das constantes novidades, do excesso de informação e dos ruídos da vida urbana, a mente relaxa. Há preocupações que parecem sem o menor fundamento quando estamos diante de uma paisagem deslumbrante!!
Hoje não concebo mais uma viagem que não inclua um trekking mais pesado ou uma caminhada mais leve.
Caminhando pela Toscana em 2001.
 Fizemos grande parte da Toscana e da Provence indo de uma pequena cidade a outra a pé pelo meio dos vinhedos ou trigais, mesmo tendo uma estradinha que nos levaria ao mesmo lugar e mais rápido. Mas o prazer de fazer parte daquela paisagem é único.
 Ao chegar ao destino, curtíamos a cidade sem pressa e voltávamos para a nossa cidadezinha de origem de ônibus. Mais tarde nos esbaldávamos num belo jantar acompanhado de um excelente vinho e uma noite repousante no conforto de um bom hotel.
Essa é a descrição de um dia perfeito para mim.

4 comentários:

  1. Nossa. Lindo texto. Demorou pra iniciar um livro. Fará o maior sucesso.
    Parabéns,
    Macarrão

    ResponderExcluir
  2. Adorei, muitos parabens pelo blog!

    ResponderExcluir